Bloco de sujo – O Pacotão é essencialmente um bloco de sujos. E blocos de sujos são manifestações populares típicas do carnaval de rua no Brasil. Em Brasília, cidade onde a população é formada por pessoas que vieram de todos os estados do país, essa manifestação não poderia ficar ausente. No Pacotão, como em todo bloco de sujos o improviso e a desorganização são a tônica. No domingo e na terça-feira de carnaval

um grupo de foliões com fantasias improvisadas se reúnem e ao som de instrumentos
característicos das fanfarras, metais e percussão e desfilam pelas amplas ruas da cidade,
cantando e sambando marchinhas carnavalescas. Alguns blocos de sujo como o Pacotão satirizam a política nacional com suas marchinhas, faixas e cartazes e fantasias, sempre em tom de ironia e deboche, com a marca do humor
brasileiro.

Data de fundação

O Pacotão ganhou ruas, no carnaval de 1978, saindo do Chorão, na 302 Norte, em direção a destino inserto e não sabido na Asa Sul, atravessando a W-3 pela contra mão. No início, foi um bloco tímido. Pouco mais de 100 pessoas, em sua grande maioria jornalistas, desengonçados e embriagados, carregavam o estandarte – símbolo e algumas faixas com frases desconexas , embalados pelos ritmistas da ARUC, para espanto dos incrédulos brasilienses que jamais tinham visto coisa igual. A música composta por Cláudio Lysias, Guarabira e Carlão para esse primeiro desfile, “Saudade da
Beleza”, quase uma marcha rancho, nostálgica e romântica, com saudade dos antigos carnavais.

Estrutura do bloco

No Pacotão não temos funções ou hierarquias. Somos um grupo de mais ou menos quinze pessoas que se reúnem no período que antecedem o carnaval para colocar o bloco na rua. Os esforços de cada um são delimitados pela sua disponibilidade de tempo e de vontade e são na sua grande maioria jornalistas. 35 músicos e cantores se apresentam no dia dos desfiles, além de dezenas de pessoas que nos dias de desfiles do Pacotão, domingo e terça-feira de carnaval se incorporam na organização e condução do desfiles.

Atrações

Curtir o carnaval na folia do Pacotão é muito fácil, grátis e sem burocracia. O bloco se reúnira nos dias 26 e 28/02, das 12 horas às 22 horas, na CLN 302/303 via W3  Norte/Sul (na contra-mão) rumo 504. A Arrancada dos foliões, do Trio elétrico e da Banda Podre do Pacotão (30 músicos e 4 vocalistas) acontece as 15 horas e seguem pelo inicio da avenida W3 Norte, pela contramão, até a chegada na 504 Sul, onde encerra o desfile por volta das 22 horas.

Diretoria / coordenação / produção

Atualmente compõem o politiburo do Pacotão:

  • Cicinho Filisteu, jornalista,
  • Wilsinho Red. Funcionário público,
  • Paulão de Varadero, jornalista e funcionário da Câmara Federal;
  • Wilson Brother, jornalista free lance;
  • Ivan Presença, livreiro e agitador cultural;
  • Joanfi, jornalista, diagramador e ilustrador e cartunista;
  • Kleber Marques, cartunista e ilustrador;
  • Pedro Lacerda cineasta;
  • André Cerino;
  • Luiz Ayó, radialista.

Pessoal de apoio

Cerca de 50 rapazes e moças que tem a função de dar apoio, coordenar os desfile e fazer a segurança dos foliões dentro do bloco, principalmente em relação aos músicos para que não sejam atingidos e tenham seus instrumentos abalroados pelos foliões, causando acidentes. Não usamos segurança, nem brigadistas.

Contatos dos responsáveis

Marcelo (61) 98181-2020

xicusim@hotmail.com